fbpx

A gravidez é um momento muito importante na vida do casal, provocando diversas mudanças e adaptações físicas, emocionais e sexuais. É importante salientar que não é apenas a mulher que passa por mudanças durante este período, mas o homem também.

As relações sexuais durante a gravidez dependem de muitos fatores, nomeadamente: da qualidade da relação, valores e atitudes face à sexualidade, crenças de saúde ou religiosas e preocupações específicas relacionadas com a gravidez.

Durante a gravidez ocorrem mudanças a diferentes níveis:

  • Fisiológico: As alterações hormonais e metabólicas podem provocar desconforto, cansaço e náuseas.
  • Psicológico: A adaptação à nova realidade, com o crescimento da família e a transformação do casal em Pai e Mãe, pode ter impacto na relação conjugal. A alteração da imagem corporal da mulher pode também modificar a atração física percebida pela própria e pelo seu companheiro.

Alterações do Desejo Sexual ao longo da Gravidez:

  • 1º Trimestre: Devido às alterações fisiológicas e de humor, é frequente notar-se uma diminuição do desejo sexual.
  • 2º Trimestre: Pela diminuição dos sintomas do 1º Trimestre e por questões hormonais, o desejo sexual pode aumentar, assistindo-se a um novo auge da intimidade do casal.
  • 3º Trimestre: O aumento do desconforto físico (devido ao maior volume abdominal) pode diminuir novamente o desejo sexual. Nesta fase pode ser necessário adotar novas posições durante a prática sexual.

Quando evitar ter relações sexuais durante a gravidez:

  • Perda de sangue durante a gravidez;
  • História de parto pré-termo;
  • Infeções genitais;
  • Rotura de bolsa de águas;
  • Dor pélvica;

Teresa Sarmento de Beires

Interna de formação especifica em Medicina Geral e Familiar

SEXUALIDADE NA GRAVIDEZ

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *